A Cada sorriso meu

A cada sorriso meu

O teu existir permanece vivo.

O meu coração quente te sente,

A minha voz doce te chama.

Sou tanto por ti,

Tanto me perco dentre o nosso amor…

Hoje, no pior dia,

Quando os vinte e um anos chamam

As lágrimas da saudade

Que se perdem dentre dedos

Perdidos na memória de ti.

Somos de um amor tão forte,

Tão vivo! Houvesse a máquina do tempo

Para que o nosso contratempo acabasse.

A saudade cresce, o tempo passa,

Desejei tantas vezes que tudo ficasse…

Porém, o nosso amor viveu

Na neblina de um D. Sebastião

Que aquece a esperança mas esquece

Esse acontecer dos dias que não virão.

Amor de saudade e calor,

Amor que arde sem ardor.

Amor para sempre.

--

--

⚀ Uma mulher afundada em letras creativas! ⚁ A woman deep within creative words!

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Sofia Duarte

Sofia Duarte

⚀ Uma mulher afundada em letras creativas! ⚁ A woman deep within creative words!